segunda-feira, 28 de julho de 2014

Cereja

Anos e anos depois, eu voltei!
A vida continua corriiiiiiiiida, mas neste final de semana fui conhecer 
o famoso Mercadão de São Paulo e fiquei encantada com 
aquelas bancas MA-RA-VI-LHO-SAS de frutas 
e me deu uma vontade louca de escrever aqui.

Fonte: Labfa


Experimentei morangos absurdamente grandes, tâmaras, pitaya.. frutas que eu nem imaginava que existia, como uma “prima” da fruta-do-conde que eu nem lembro o nome... mas a melhor de todas foi a cereja.
Além de extremamente gostosa, ela também é linda e na hora eu pensei que renderia um post incrível (também esteticamente falando).
Pois bem.

Fonte: Boas Notícias

Até sábado eu só tinha comido cereja em calda e em bolos.. 
Confesso que não gosto tanto desta versão. 
Mas a cereja fresca é uma das frutas mais gostosas que já comi 
(e eu comi várias, em todas as barracas.. ahahahaha).

E como tinha cereja em todo o mercadão, suspeitei que seria época também, o que facilita demais a vida, e resolvi pesquisar um pouquinho sobre ela.
Pra começar, a cereja é uma fruta importada 
e sua época de safra é o verão do hemisfério norte. 
Isso explica a quantidade de feirantes distribuindo elas mercadão afora.
E descobri mais. Na verdade eu apenas confirmei, mas vou contar pra vocês e aposto que será novidade para muitos!
Vamos lá!

Fonte: Cabelo Fantasia

Além de possuir um baixo índice glicêmico, a cereja contém uma enorme diversidade de nutrientes e fitoquímicos, como:
- ácidos málico e cítrico, que são estimulantes das glândulas digestivas;
- fibras solúveis, sendo a maioria pectina, responsáveis por seu efeito laxante e de redução do colesterol;
- compostos fenólicos, que lhe conferem propriedades diuréticas 
e antioxidantes;
- ácido salicílico, que tem ação anti-inflamatória e antirreumática.

A cereja é particularmente rica em antocianinas e a concentração deste composto aumenta com a maturação.
Dentre os compostos fenólicos, destacam-se os ácidos neoclorogênico, 
p-cumaroilquínico e clorogênico.


Já me estendi demais e preciso voltar às minhas atividades acadêmicas.
Mas fica a dica então, caso você encontre cerejas à sua volta, ataque-as!
Um dia eu volto!
Beijos


Nenhum comentário:

Postar um comentário