quinta-feira, 4 de abril de 2013

Carotenoides - Mamão


 Uma Pesquisa realizada pela Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) da USP e publicada aqui, revelou que o consumo de carotenoides entre brasileiros é abaixo da média considerada ideal.

Fonte: Saúde e Cidadania

Os níveis prudentes de ingestão de carotenoides totais são de 9.000 a 18.000 microgramas por dia, segundo dados da pesquisa, mas a média de consumo nacional foi de 4.117 microgramas/dia. Ou seja, MUITO aquém dos valores preconizados como seguros.
Considerando os dados alarmantes deste estudo, estou aqui para ajudar vocês a incluir estes pigmentos em sua alimentação e, de brinde, vários outros nutrientes que também estão presentes nas
frutas e vegetais que os contém!

Fonte: Blog da Moderna

Os carotenoides, além de serem corantes naturais dos alimentos, realizam atividades biológicas que trazem benefícios extras, entre eles aumento da resposta imune e redução do risco de doenças degenerativas como câncer, degeneração macular, catarata e doenças cardiovasculares.
 A proteção contra tais doenças é associada, especialmente, à sua ação antioxidante, modulação do metabolismo carcinogênico, inibição da proliferação celular, incremento da diferenciação celular e estímulo da comunicação célula-célula.

Fonte: Pochove

Exemplos de carotenoides são α-caroteno, β-caroteno e β-criptoxantina que, no organismo humano, são transformados em vitamina A (por isso são considerados “pró-vitamínicos A); licopeno, luteína e zeaxantina.
Os principais alimentos que contribuem para a ingestão adequada destes compostos são cenoura, abóbora, manga, tomate, laranja, melancia, fubá de milho, couve, alface e mamão, que será assunto do post de hoje.
O mamão é especialmente rico em licopeno, β-criptoxantina e β-caroteno e apresenta as vantagens de ser estar disponível ao longo de todo o ano, ser de baixo custo e bem aceito por todas as faixas etárias.
Também apresenta teores consideráveis de açúcares, vitamina C, magnésio, potássio, cobre e fibras, o que confere seu
ótimo poder laxante.

Fonte: Aba Norte

Vale uma observação: de acordo com a 
TACO (Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos do NEPA/UNICAMP), o mamão formosa tem praticamente o dobro destes nutrientes quando comparado com o mamão papaia.
Mas é importante lembrar que, para pessoas que moram sozinhas 
(como “eu”), o mamão formosa não é uma boa opção, pois são muito grandes (e este é um fruto climatérico, relembre aqui..) e pouco práticos. 
Eu fico com o papaia!

Fonte: Biossementes

E uma última informação (to me esforçando para ser breve!), o licopeno é o carotenoide presente em maior quantidade no mamão e estudos mostram uma relação inversa entre a ingestão de alimentos fontes deste nutriente e diminuição do risco de câncer, com evidências mais fortes contra câncer de próstata, estômago e pulmão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário