quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Dica do dia: Produtos orgânicos


Para começar bem o ano, vou dar uma dica bem legal sobre produtos orgânicos, cujo consumo vem crescendo de forma significativa.


O Brasil é o país que mais utiliza agrotóxicos no mundo, e o uso indiscriminado deste produto coloca em risco a saúde dos trabalhadores que o manuseiam, da população que reside em torno das plantações e também do consumidor.

Além de o excesso contaminar os alimentos, as substâncias ainda são encontradas no ar, nas águas e até nas chuvas, sendo que esta é a
 quarta maior causa de intoxicação em humanos.
Esta agricultura não-sustentável agride imensamente o meio ambiente, assoreando o solo e liberando na atmosfera gases que colaboram para o aquecimento global.


Uma forma de reverter este quadro e preservar a biodiversidade é apoiar a agricultura orgânica.
Alguns dos objetivos da agricultura orgânica, de acordo com a Lei N 10.831, que você pode ver aqui, são:
 - ofertar produtos saudáveis isentos de contaminantes intencionais;
- usar de forma saudável  o solo, a água e o ar, reduzindo ao mínimo todas as formas de contaminação desses elementos que possam resultar das práticas agrícolas;
- manter ou incrementar a fertilidade do solo a longo prazo;
- reciclar resíduos de origem orgânica, reduzindo ao mínimo o emprego de recursos não renováveis.

 Coloquei este vídeo que é bem curtinho, mas que serve pra esclarecer três pontos que ainda são obstáculos para mais pessoas aderirem a esta prática.


Uma das principais dificuldades é o alto custo dos produtos orgânicos que, de acordo com o vídeo, pode custar até quatro vezes mais quando comprado em supermercados.
Mas seus problemas acabaram!
O IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), criou o 
Mapa de Feiras Orgânicas, visando tornar os produtos orgânicos mais acessíveis aos consumidores e fomentar uma alimentação saudável.


Neste site, ao digitar seu endereço, você vai encontrar as feiras mais próximas de você e cadastrar outras, além de saber quais são os legumes, as verduras e as frutas da estação em sua região.
Ao optar pelos produtos locais, além de pagar menos, você ainda leva pra casa produtos mais saudáveis.


Segundo o site Akatu, ao comprar produtos orgânicos, o consumidor ajuda a criar mercado para uma forma de produção agrícola menos danosa ao meio ambiente e mais saudável. 
Com a ampliação do mercado, os preços tendem a cair, permitindo que mais pessoas tenham acesso a estes produtos, e mais terras sejam cultivadas de forma sustentável e pouco impactante. 
Quando o governo apoia a produção orgânica por meio de seu poder de compra, também está agindo como um grande consumidor consciente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário